sexta-feira, 16 de maio de 2008

até que chegue

implicíto, a ocasião que por faz
ilicíto, momentos para se dizer
acolhido, me informe e me deixe saber
sofrido, vivendo a espera daquele "mas"

Um comentário:

Débora disse...

haverá tempo
para moldar nossos rostos
calejar as mãos
para todos os trabalhos

haverá tempo
para todas as imaginações
e para ousar e ousar
com todas as artes e partes

haverá tempo para decisões e revisões
para pertubar a ordem
em um minuto cheios de momentos

haverá, ainda tempo
para milhares de indecisões
e visões

haverá tempo
para manhãs, tardes e ocasos
e boa noites

haverá tempo
e lembranças que nos façam divagar